Mulher Pele LisaA depilação é necessária não só para manter uma boa higiene, como também pelos valores estéticos. Todos querem uma pele lisinha, livre de pelos e manchas! Mas os rituais de beleza exigem muita paciência e resistência à dor. Isso é o que leva tanto as mulheres quanto os homens, a buscar sempre uma alternativa de depilação mais prática e menos dolorosa. 

Mas no fim das contas, a depilação com cera é sempre a mais indicada, pois retira os pelos da raiz, que ficam mais finos e tendem a diminuir, deixa a pele lisa por mais tempo, e quando bem feita, não deixa lesões e manchas. Infelizmente não há como eliminar a dor, mas é momentânea, totalmente suportável e acaba valendo à pena pelo resultado.

Mesmo sendo uma das melhores opções, é preciso ter cuidado com as ceras e as técnicas de depilação, pois podem lhe gerar grandes queimaduras e hematoma. Além disso, há regiões muito sensíveis que não podem ser depiladas com qualquer tipo de cera. Portanto, é importante aprender sobre as ceras e as técnicas de retirada dos pelos.

Dicas para se Depilar em Casa

  • Tome um banho antes: É essencial higienizar a pele para retirar qualquer creme ou óleo da pele. Além disso, o banho ajuda a limpá-la evitando as infecções.
  • Veja qual a cera é melhor: São diversas ceras na farmácia, mas é preciso atentar-se as condições de sua pele. A cera com mel causa mais dor e pode incomodar as pessoas que são mais sensíveis à dor. A cera feita com algas é boa para hidratar a pele.
  • Material usado: Utilize material descartável durante a aplicação dos produtos e use apenas uma vez.
  • Retirada da cera: Retire a folha de uma vez e evite aplicar cera no mesmo local mais de uma vez.
  • Após a depilação: Depois da depilação é importante usar produtos calmantes na pele, não pegue muito sol e evite utilizar roupas apertadas.

Depilação fora de Casa: Cuidado!

Para quem não tem a prática de se depilar sozinho e prefere ir a um salão ou local especializado, é necessário ficar alerta, pois a maioria dos profissionais não utiliza a cera individual. Portanto, é muito comum aquecer a mesma cera várias vezes por dia e usá-la em todos os clientes. Se o aquecimento fosse a uma temperatura superior a 100º C, não haveria problema, pois as bactérias seriam eliminadas. Só que, infelizmente não são todos que fazem isso. Sendo assim, é possível contrair doenças, problemas de pele e até o vírus HIV através da depilação íntima. Fique atento e vá somente a lugares seguros.

Mas para quem sabe e prefere se depilar em casa, além das ceras industriais, há como você fazer sua própria cera. O cuidado deve estar apenas na temperatura, pois é comum relatos de pessoas que se queimam por não saberem o ponto certo de usar. Portanto, depois que retirar do fogo, espere um tempinho e teste a temperatura com o dedo antes de passar na pele.

Outros Métodos de Depilação

Aparelhos Elétricos

Depilar com AparelhoExistem dois tipos de aparelhos elétricos depiladores: um que parece um barbeador com lâminas, retirando o pelo apenas superficialmente e um aparelho que puxa pela raiz, como se fossem várias “pinças” funcionando ao mesmo tempo. No início, é doloroso, talvez até mais que a cera quente, pois ela retira mais pelos de uma vez, porém, depois de um tempo usando o depilador elétrico, a dor ameniza e se torna completamente suportável.

Além disso, é uma opção super prática, não faz sujeira, pode ser usada a qualquer hora e em qualquer lugar, cabe na bolsa, não precisa de fogão, micro-ondas, panelas... E o melhor: deixa a pele lisinha como a cera quente, pois tira os pelos da raiz.

Para amenizar a dor, a dica é não deixar os pelos muito compridos, esticar a pele na hora da depilação e usar o aparelho na velocidade máxima. Ele deve ser passado no sentido contrário do crescimento deles e de forma suave.

O aparelho elétrico não é indicado para a depilação íntima e facial, pois são regiões muito sensíveis.

Depilação Egípcia ou com Linha

A depilação egípcia, também conhecida com depilação com linha, já era usada há 2.000 a.C pelos egípcios, que abominavam pelos no corpo. Ela chegou ao Brasil recentemente e é feita com uma linha 100% Poliéster. A técnica ocorre da seguinte forma: a linha é passada por volta do pescoço da depiladora, depois as duas pontas se juntam e são enroladas cerca de sete vezes. Após formar um triângulo com os dedos, basta passar a linha no sentido contrário dos pelos, que vão sendo arrancados pela raiz.

Lâmina

A depilação com lâmina é a mais utilizada tanto por mulheres como por homens, pois é prática, pode ser feita a hora que você quiser independente do tamanho do pelo e não custa nada. Porém, a desvantagem é que ele não é retirado da raiz: é apenas cortado na superfície e, sendo assim, dura pouquíssimo tempo, e para a maioria das pessoas, infelizmente, o pelo engrossa e muito.

Além disso, é muito difícil a pele ficar lisinha quando depilada com lâmina e normalmente deixa algumas marquinhas e pelos encravados. Mas, mesmo assim, é a opção mais escolhida por não doer e ser mais prática. Veja algumas dicas na hora de usá-las:

  • Se depile com cuidado para não se cortar;
  • Use lâminas de qualidade e sempre troque, pois quando não está em bom estado pode machucar a pele;
  • Não use a lâmina no rosto (mulheres), nos braços, costas e barriga, pois são regiões mais sensíveis e que podem não ficar bem, visualmente, quando depilados com lâmina;
  • Nunca se depile com a pele seca, use sabonete, hidratante ou produto específico para depilação. O ideal é tirar os pelos na hora do banho, de preferência com água morna, pois ajuda a dilatar os poros; →Passe a lâmina sempre no sentido contrário do pelo;
  • Antes de se depilar, tenha certeza de que não tem alergia à lâmina.

Depilação a Laser

O sonho da maioria das mulheres é fazer a depilação a laser e dar um fim a todos os pelos que tanto incomodam e dão trabalho. É uma técnica que usa raios laser para queimar os fios e fazê-los cair, pois todo o calor é absorvido e conduzido pela melanina presente neles até a sua raiz, destruindo todas as células germinativas. Sendo assim, não voltam a crescer.

Porém, isso não quer dizer que é uma técnica definitiva, pois através de um processo hormonal, o corpo pode produzir novas células germinativas que originarão novos pelos. Mas quando o processo da depilação é feito corretamente e o organismo coopera, é possível ficar um bom tempo sem se preocupar com depilação.

A depilação a laser é um pouco dolorosa, mas nem tanto como a depilação com cera. Na verdade, ela mais arde do que dói. E para se chegar ao efeito final, são necessárias, em média 8 sessões, com intervalos de 45 a 60 dias entre elas. O preço pode variar de acordo com a região a ser depilada e da clínica.

Escolha bem a clínica e o profissional para fazer a depilação a laser, pois existem muitas denúncias de pessoas que sofreram graves queimaduras pelo uso incorreto dos equipamentos.

Contraindicações: Grávidas, pessoas com transtornos imunodepressores, quem faz uso ou já usou retinol, isotretinoína ou outras medicações fotossensibilizantes nos últimos 6 meses, e/ou quem possui infecções ativas na pele.

Cremes e Loções Depilatórias

Ainda há mais uma opção para quem busca alternativas para eliminar os pelos, os cremes e as loções depilatórias. Eles são aplicados sobre a pele com uma espátula e por sua composição química faz com que os pelos caiam sozinhos. Depois de alguns minutos basta remover o creme junto com os pelos e lavar a pele com água corrente.

Apesar de ser um método prático, não retira os pelos pela raiz e nem sempre saem todos eles. Sendo assim, a pele lisa não dura por muito tempo. Mas para a depilação facial é uma boa opção, pois não a agride (Fique de olho para não comprar o produto errado, pois existe o creme ou loção corporal e facial.)